Testes de fim de semana – parte 2: AWN

O segundo aplicativo (o primeiro foi o GnomeDo) que testei este fim de semana foi a barra “dock-like” (parecida com a do MacOS X) Avant Window Navigator (AWN). Sua instalação, como a do GnomeDo, também é simplificada, pois também encontra-se no repositório do Ubuntu. Eu, no entanto, segui este tutorial para utilizar a ultima versão disponível no repositório do projeto, incluindo diversos applets extras, deixando a experiência mais rica. Eu recomendo a segunda, pela quantidade de applets dsponíveis. Em qualquer uma das duas formas, após a instalação, o aplicativo ficará disponível no menu “Aplicações -> Acessórios”. Basta clicar nele para ativar.

Com um pouco de uso, percebe-se que se trata de um aplicativo bem flexível, possibilitando substituir em uma única barra o menu de aplicações, a barra de janelas abertas, barra de atalhos e diversos applets para o painel do Gnome, como os de pontos de montagem, Tomboy e recursos do sistema. São tantas opções de applets para o AWN, que fica é fácil montar a barra da forma que se deseja, trazendo mais agilidade ao dia-a-dia. Gostei muito do “AWN Main Menu”, que é basicamente o menu de aplicações do Gnome, mas mais fácil de localizar as coisas. Além disso, existem applets de aplicações web, como o Remember the Milk (ótimo substituto para o Tomboy), e pode-se adicionar atalhos de aplicações.

Mas o ponto principal da aplicação é seu bonito visual, que chama bastante atenção. Ele suporta vários efeitos pré-configurados, possibilitando ainda composição de efeitos para cada tipo de evento de forma personalizada. Outro ponto positivo é seu suporte a temas, para deixá-lo ainda mais com a “cara” que se deseja.

AWN com diversos applets e mostrando, no final (antes do link de logoff), as aplicações abertas

Apesar de tudo isso, não sei se conseguirei me acostumar com ele. O problema é que quando a barra se redimensiona, pela abertura ou fechamento de uma aplicação, temos que esperar a animação acabar para clicar em outra coisa, sob o risco de clicar em algo indesejado acidentalmente. Na minha opinião o efeito animado deveria ser mais rápido, ou melhor, isso deveria ser configurável (já fiz esta proposta aos desenvolvedores). Outro problema é a instabilidade de alguns applets. De qualquer forma, quem quiser chamar a atenção dos amigos e familiares para o Linux, irá adorar!

Espero que tenha gostado dos artigos e peço por feedback, se possível, pois estes são os primeiros artigos que escrevo num blog. Eles foram escritos de forma um pouco corrida, mas espero ter mais tempo para os próximos. Abraço!